Agendar ou cancelar videoconferência

O que é ?

Agendamento ou cancelamento de videoconferência

Quem pode utilizar este serviço ?

ColaboraGov: Agentes Públicos e Colaboradores Terceirizados

Canal de Atendimento

Etapas para realização deste serviço

  1. 1

    Acessar o CompartilhaServiços

  2. 2

    Selecionar a categoria “Serviços para suas REUNIÕES”

  3. 3

    Clicar no serviço desejado, preencher o formulário e submeter a solicitação

Tempo de atendimento do serviço

7 dia(s)

Observações

O serviço de videoconferência inclui apenas a etapa técnica: configuração do aparelho (Codec) e estabelecimento da conexão com as pontas. Portanto, o solicitante do serviço deve previamente verificar a disponibilidade da sala junto ao setor responsável pela sala antes de solicitar o agendamento da videoconferência para a TI. A reserva das salas fica a cargo das secretárias ou apoio de cada setor.

IMPORTANTE: As solicitações devem ser feitas com antecedência, pois é necessário tempo hábil para agendamento junto às empresas prestadoras do serviço. Solicitações por telefone ou intempestivas não serão atendidas.

Para os serviços de Web Conferência, a ferramenta licenciada e homologada pelo Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos é o Microsoft Teams, quanto as demais plataformas, como VMIX, WEBEX, ZOOM, SKYPE, GOOGLE, dentre outras similares, resta esclarecer:

1) A liberação será temporária, ou seja, apenas durante o período do evento, tendo em vista os riscos de segurança associados como incidentes críticos de vazamento de dados e invasões de terceiros, amplamente divulgados em matérias jornalísticas;
2) Não haverá liberação permanente para essas plataformas;
3) Para que seja realizada a liberação temporária deverão ser informados: data, horário de início e fim do evento;
4) A solicitação deverá ser feita com 5 dias úteis antecedentes ao evento tendo em vista a fila de atendimento e necessidade de análise de riscos, bem como organização da infraestrutura;
5) A requisição de acesso para tais plataformas não significa liberação tácita. Uma vez que não será feita tal liberação se, por exemplo, o respectivo acesso representar riscos potenciais para infraestrutura deste Ministério, a preservação de dados será priorizada, dentre outros requisitos de segurança da informação, conforme determina Decretos Federais, Políticas de Segurança e normas do Gabinete de Segurança Institucional (GSI/PR).